ITAPETINGA: SOMENTE AGORA SECRETÁRIO DE SAÚDE HUGO SOUZA DIZ QUE INVESTIR EM TESTES RÁPIDOS DÁ MAIS AGILIDADE NO COMBATE AO CORONAVÍRUS, MAS EM QUATRO MESES DE PANDEMIA NUNCA TRAÇOU METAS PARA TESTAGEM EM MASSA DA POPULAÇÃO

Na página Oficial da prefeitura desta terça-feira (21), estampa uma informação um tanto quanto controversa. Vamos aos fatos:

A matéria tem como título a seguinte frase: ‘Prefeitura investe em testes rápidos para agir com mais rapidez no combate ao Coronavírus’.

O problema é que o secretário de saúde e o prefeito Rodrigo Hagge (MDB), nunca esbouçaram nenhum desejo nesse sentido. Tanto é que, em uma entrevista de rádio que o secretário participou  no início do mês, ele disse que a prefeitura havia adquirido insumos, medicamentos, EPI, gastou com barreiras sanitária, mas em momento algum, foi mencionado a compra de TESTES RÁPIDOS, mesmo com cerca de R$ 1 milhão de reais parado nos cofres da prefeitura, dinheiro que chegou desde o início da pandemia para o combate da covid-19.

Desde o começo da pandemia, o ‘FALA LIVRE’ vem cobrando do prefeito e  do secretário, uma testagem em massa no público sintomático, mas a única a ação neste sentido nesses 4 meses de contaminação, foi apenas um Drive Thru, onde foram testadas apenas 250 pessoas.

Na matéria da página oficial da prefeitura, o secretário diz ainda que: “quanto mais a população for testada, possibilita a tomada de medidas preventivas rapidamente”. A pergunta é: porque depois de quatro meses de pandemia, só agora o secretário acha que testar a população possibilita tomar medidas preventiva rapidamente?

Já que o chefe da pasta tem essa convicção, então porque não tomou essas medidas no começo dos casos? Se essa testagem tivesse ocorrido no começo, como foi cobrado pelo FALA LIVRE, talvez a situação não estaria assim, sem controle.

Será que, para não aumentar os números de casos confirmados, o prefeito se recusou a praticar a testagem rápida, ou ele não queria gastar os recursos que estavam disponíveis na prefeitura?

o espaço está aberto para a VERDADE. 

Por Wagner Ribeiro 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.