ITAPETINGA: FOLIÃ DENUNCIA QUE FOI BARRADA PELA PREFEITURA AO TENTAR ENTRAR COM CERVEJA NO CIRCUITO DA FESTA DE SÃO JOÃO NA LAGOA

A imagem pode conter: ar livre

Uma foliã que veio prestigiar o São João de Itapetinga, se sentiu constrangida ao tentar entrar no circuito da festa no Parque da Lagoa. De acordo a cidadã que entrou em contato com a nossa reportagem, o fato aconteceu  nesta sexta-feira (21) na abertura oficial do São João, quando um grupo de turistas tentou acessar o local com um ‘cooler’ contendo algumas latas de cerveja e foi repreendido pelos seguranças pagos pela prefeitura.

“Estou muito constrangida com o que aconteceu na entrada dos festejos Juninos de Itapetinga. Eu não sou daqui, porém eu fiquei  chateada por mim e por outras pessoas que foram barradas na porta da festa com um “Cooler” contendo latinhas de cerveja. Disseram que nós não poderíamos entrar porque o que deve ser consumido tem que ser comprado lá dentro. Ao meu ver a festa é promovida pela prefeitura, portanto, uma festa pública, e eu não tenho como consumidora obrigação de consumir lá dentro. Respeito os barraqueiros que pagam para estarem vendendo seus produtos e terem seus lucros, porém sou consumidora e independente eu consumo onde eu quiser. E aí, os seguranças disseram que não poderíamos entrar, então voltamos com a caixa térmica para o carro e decidimos não entrar na festa, pois achamos uma falta de respeito, sendo que o prefeito promove um CAMAROTE VIP COM DINHEIRO DO POVO, porque isso é um dinheiro do povo que está sendo consumido ali. É uma festa pública para o povo e o cidadão não pode consumir sua bebida própria, levando, sem atingir ou ferir o direito ninguém”, lamenta a cidadã.  A foliã conclui, se dizendo muito indignada. “Ficamos com vergonha na porta, constrangidos e indignados porque nós não temos o direito de consumir algo que é nosso lá dentro”,disse.

Um outro grupo que estava com cerveja fechada na mão, também foi barrado pelos seguranças, porém quem estava ingerindo Whisky, não teve esse problema.  A pergunta é: se a festa é bancada pelo povo, para o povo, porque esse tipo de proibição?

Por Wagner Ribeiro 

9 thoughts on “ITAPETINGA: FOLIÃ DENUNCIA QUE FOI BARRADA PELA PREFEITURA AO TENTAR ENTRAR COM CERVEJA NO CIRCUITO DA FESTA DE SÃO JOÃO NA LAGOA”

  1. Então pra quer barracas de bebida e comida , os vendedores que paga uma taxa vão sair no prejuízo, não acho justo com os vendedores que se prepararam para ganhar um dinheiro nesse momento de festa.

  2. O povo fica procurando confusão por causa de bebida, a lagoa é grande não precisa ficar especial bebendo no circuito da festa, pode ficar no lado de fora e consumir o produto (no caso a bebida)que desejar , porém onde fica as barracas acho injusto fazer isso de já trazer a bebida e comida, se quer consumir trazendo faça, porém com compreensão, tem gente que reclama que está caro ou que só tem a mesma marca de bebida, tem outras opções, ao redor do parque da lagoa tem bares, restaurantes aberto nesse período pode consumir nesses locais , o que não pode é ficar fazendo confusão por coisa fútil, só porque é um espaço público e uma festa popular não significa que não pode ter disciplina, organização , ordem. Festa é para se divertir e não para confusão.Obs:não sei onde o povo acha que por ser festa tem que beber fumar, consumir drogas lícitas e inlicidas para poder curtir e ser feliz não precisa disso, os momentos de festa tem que ser para ficar como recordações e lembranças de momentos bons praseroso entre família e amigos e colegas , isso é o bom da vida.

  3. A festa é pública Senhora Vanda, não sou obrigado a comprar nada mais caro no circuito não. Tenho sim direito de consumir o que levar pra consumir. A festa é fechada ou particular???????

    1. No parque da lagoa tem outros lugares, não significa necessariamente que você deva consumir sua bebida traga por você dentro do circuito que já é de exclusividade pois paga para esta ali naquele espaço os vendedores com suas barracas, e você Jeniffer deve ser do grupo de pessoas que pensa por ser festa pública deva fazer o que bem quiser, eu compartilho por ser uma festa pública por ter aglomerações e todos os tipos de pessoas devo me comportar não como eu tivesse na minha próprio casa e fizesse o que bem quisesse sem esperar ter consequências pelos meus atos .

  4. Nunca existiu isso em Itapetinga, de pessoas passar por este constrangimento. Pois uma latinha de cerveja eu compro de 1,79 e na festa estava de 4, 5 reais. Sou obrigado gastar em festa pública ou seja do povo onde quem paga tudo nela somos nós com os impostos e taxas.

  5. Enquanto isso, o PREFEITO RODRIGO gastou mais de CEM MIL REAIS para pagar bebida e comida de graça (ops!! COM DINHEIRO DO POVO E DESSA SENHORA AÍ QUE ESTÁ RECLAMANDO) aos artistas de fora e para o SEU CAMAROTE VIP. KKKKKKKK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.