ITAPETINGA: EMURC FOI CONTRATADA PELA PREFEITURA POR R$ 280 MIL, MAS OBRAS DA AV. CATOLÉ ANDAM A PASSOS DE ‘TARTARUGA’

A principal avenida que dá acesso aos residenciais 12 de Dezembro, José Ivo e o bairro vila Erika, ainda continua sendo motivo de muita reclamação dos moradores e de pessoas que utilizam aquela via. “Essa é a pior avenida de Itapetinga, pois você não tem a opção de desviar dos buracos, pois ela está toda destruída, o meu carro já quebrou duas vezes e os transeuntes têm que andar dentro do mato”, isso é uma vergonha, disse um morador do bairro.

Foto de Wagner Da Ribeiro Da Silva.

O prefeito Rodrigo contratou os serviços da EMURC de Vitória da Conquista para revitalizar a avenida e não poupou recursos. Com menos de 1 km de extensão a obra custou aos cofres públicos a bagatela de R$ 280 mil. Mesmo com esse valor a obra anda a passos de “tartaruga” e ainda não colocou nem metade do meio-fio do canteiro central.

Foto de Wagner Da Ribeiro Da Silva.

Nas laterais da avenida também não foi colocado nenhuma pedra. Moradores que trafegam pela avenida todos os dias estranham o fato de uma obra custar tanto dinheiro e ter apenas três pessoas trabalhado e o que é pior, só no turno da manhã.

                 Foto tirada às 16:00h, ninguém trabalhando Foto de Wagner Da Ribeiro Da Silva.

Foto tirada às 08:30h da manhã, apenas 3 pessoas trabalhandoFoto de Wagner Da Ribeiro Da Silva.

Por Wagner Ribeiro

3 thoughts on “ITAPETINGA: EMURC FOI CONTRATADA PELA PREFEITURA POR R$ 280 MIL, MAS OBRAS DA AV. CATOLÉ ANDAM A PASSOS DE ‘TARTARUGA’”

  1. Num passado recente essa administração que não hage, mandou a população de Itapetinga, subir a ladeira do Marçal para efetuarem suas compras,em função da classe empresarial não terem estrutura e competitividade para oferecer preços e mercadorias…
    Pelo visto seguindo as ordens a essa herança maldita deixada pelo seu avô, o nosso prefeito Rodrigo Hage, junto aos seus secretários sobe ao Marçal,e em Vitória da conquista contrata uma empresa para asfaltar uma pequena avenida.
    O inusitado se não comico, é que o nosso prefeito recebeu como presente de “grego”uma usina asfáltica,dizem um bebelô,que adornou o paço municipal, que como uma “fria,sem estrutura e competitividade,” não atenderá a demanda da população.
    Há comentários que para baratear os custos desse contrato da EMURC,a prefeitura vai arcar com mão de obra estruturais,meio fio, drenagem pluvial, esgotamento sanitário, cimento e tal…pago com o dinheiro do contribuinte fora do contrato; razão maior para diminuição de custos e que se estreitou a tal avenida enlarguecendo o canteiro central.
    A questão é: essa economia vai beneficiar quem? a empreiteira, algum intermediário propineiro do erário público,dinheiro dos nossos impostos,ou a população que usa transporte pesado, ônibus entre outros, não estaria esmagando seus automóveis sem trafegabilidade,e expondo os demais usuários em perigo…?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *