NOTA DE ESCLARECIMENTO DO ‘MOVIMENTO ESTUDANTIL’ DA UESB DE ITAPETINGA

Após 3 anos para construção de um “Restaurante Provisório”, a comunidade universitária do campus de Itapetinga é surpreendida com o anúncio da inauguração do Restaurante na terça (27). Não satisfeitos com os preços oferecidos, os estudantes interditaram o restaurante como forma de pressionar a reitoria a um diálogo para que os valores oferecidos pudessem ser reavaliados e que fossem apresentados de forma acessível a toda comunidade universitária.

Após 24 horas de mobilização, representantes do movimento estudantil foram convocados a uma reunião com a Pró-reitoria de extensão, pró- reitoria de administração e com a gerência do PRAE, afim de passar as demandas dos estudantes e chegar a um acordo.

Leia mais…

Nesta reunião fora fornecida pela gerência do PRAE que 50 estudantes que haviam perdido a sua habilitação na última renovação pudessem utilizar o bandejão por R$ 1,00 e os demais estudantes que possuírem renda per capita de até 1,5 salário mínimo, com a apresentação do cad único, também irá usufruir deste benefício (este, temporariamente), basta somente, ambos os casos procurarem o setor da PRAE e solicitar os tickets.

A demais demandas foram anotadas e serão avaliadas junto à comissão de orçamento da universidade, o que foi dado um prazo de até terça-feira (03) para um retorno.
Vale ressaltar, que a pró-reitoria de administração assumiu que houve uma falta de comunicação no momento da discussão quanto aos valores da alimentação e se demonstra aberto a avaliar as propostas e dar um retorno da melhor forma possível.

O restaurante irá funcionar normal a partir de segunda-feira (02) até a reunião com a administração, após isso, em Assembleia serão discutidos os próximos rumos da mobilização. O movimento estudantil entende que nesse momento precisamos ser flexíveis ao diálogo, para que haja sucesso através das mobilizações.

ASCOM/ Movimento Estudantil-Itapetinga

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.