MINISTRO DA EDUCAÇÃO ESCREVE ‘PARALISAÇÃO’ COM ‘Z’ DUAS VEZES EM OFÍCIO A GUEDES

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, em ofício endereçado ao ministro da Economia, Paulo Guedes, escreveu duas vezes a palavra “paralisação” com a letra “z”. No documento, o ministro alerta que os recursos previstos para à Educação em 2020 são insuficientes para a prestação de serviços públicos, como a compra de livros escolares, e podem levar à interrupção das atividades em universidades públicas.

“Com a redução de bolsistas de mestrado e doutorado, há paralização (sic) de pesquisas e risco de evasão de pesquisadores para atuação no exterior, comprometendo o desenvolvimento da ciência e tecnologia no país”, alerta o ministro na página 4 do ofício, de 15 de agosto deste ano.

“O referencial monetário apresentado ao MEC impossibilita a destinação de menos da metade do orçamento que as universidades e institutos possuem atualmente. Com isso, haverá a paralização (sic) de cursos, campi e possivelmente instituições inteiras, comprometendo a educação superior e a educação profissional e tecnológica (EPT)”, afirma o ministro na página 6.

Fonte/VN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.