ITAPETINGA: VEREADOR DIGA DIGA É AFASTADO POR 90 DIAS E SE DIZ PERSEGUIDO PELO PREFEITO

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas a sorrir, barba

Em sessão realizada nesta quarta-feira (25) na Câmara de Vereadores de Itapetinga, o vereador Diego Rodrigues, Diga Diga do PL, foi afastado por 90 dias das suas funções parlamentares para investigação. Diga Diga é alvo de denúncia feita por um servidor nomeado da prefeitura, por suposta Quebra de Decoro, segundo relatório da vítima e apresentado pela Mesa Diretora.

De acordo denúncia, o vereador Diga Diga teria dado uma cusparada no servidor Moisés Prado, depois de uma discussão entre os dois, no pátio da Câmara no dia 11/09. Diga Diga, disse que houve a discussão, mas nega que cuspiu no servidor.  O vídeo que foi liberado pela presidenta da casa, teve ampla divulgação em blogs pagos pela prefeitura e repercutido nas redes sociais.

Entenda o Rito:

O secretário da mesa fez a leitura do processo, logo após o plenário submeteu a votação para aceitação ou não da denúncia. Dos 15 vereadores, 10 votaram para aceitar. Seguindo o rito regimental, a presidente Naara colocou em votação pelo afastamento do vereador por 90 dias. Desta vez, dos 15 edis, 9 foram a favor do afastamento.

Ocupará a cadeira do vereador afastado o primeiro suplente, Antônio Ferraz Neto, conhecido por Neto, servidor da Comutran.

O vereador Diga Diga, se diz vítima de uma perseguição do prefeito Rodrigo Hagge (MDB) por conta das constantes denúncias de contratos milionários celebrados pela prefeitura, denunciado por ele nos últimos anos. 

“Moisés Prado é o autor da armação política contra o vereador Diga Diga a mando do prefeito Rodrigo Hagge”, disse o vereador.

Diga Diga disse ainda que irá recorrer, pois de acordo o Art. 7 par. 2º do decreto lei que estabelece sobre afastamento preventivo foi revogado no ano de 1997.

Por Wagner Ribeiro

2 thoughts on “ITAPETINGA: VEREADOR DIGA DIGA É AFASTADO POR 90 DIAS E SE DIZ PERSEGUIDO PELO PREFEITO”

  1. Não consigo entender esse fato , o vídeo mostra o servidor municipal direcionando para ir ao carro quando é chamado pelo vereador Diga Diga onde os dois fica um em frente para o outro quando ocorre a tal da cuspida .Aí eu pergunto:em plena sessão acontecendo pois ainda não tinha terminado , vereadores inclusive o Diga Diga larga o plenário a sessão para conversar com grupo de camelôs no estacionamento da câmara onde passa para buscar seu veículo o servidor municipal e gesticula para os vereadores incluindo Diga Diga e o fato acontece.Na minha opinião os vereador no momento da sessão não deveria esta saindo do plenário ,conversava com os camelôs em uma outra oportunidade é não naquele momento , até mesmo porque estava todos aflor da pele , irritados, chateados, por estarem assim que ocorreu isso com o vereador Diga Diga e o servidor municipal , estava alterados perderam a cabeça .Como Diga Diga alega não ter ocorrido o ato do cuspe no servidor municipal , e que o vídeo foi adulterado mexido , caberá o vereador provar mais um motivo para a comissão nesses 90dias saber se o vídeo que foi divulgado é de fato verdadeiro .E quanto a falo do vereador Diga Diga em dizer que foi o prefeito que armou para o vereador ser afastado, ele tem que provar , as coisas não é falando tem que ter provas , porém suponha que ele esteve certo , como o prefeito saberia que Diga Diga iria cuspir na cara do servidor municipal ? Como sabia que o vereador ia chamar o servidor para os dois ficar frente a frente ? Creio que vereador Diga Diga deveria se espelhar mais no vereador Romildo Teixeira , pois o vereador é ofendido , vaiado , chegado nessa mesma sessão que aconteceu esse fato , o vereador Romildo foi ofendido por alguns dos camelôs , no entanto o vereador Romildo não saiu na violência nem física e nem verbal para os camelôs , ao contrário do vereador Diga Diga , que muitas as vezes sai ofendendo verbalmente e agora sendo acusado de ter sido fisicamente com a cuspida no rosto do servidor municipal , já pensou se todos os políticos agisse assim , o próprio prefeito Rodrigo e ofendido por pessoas na mídia e até por exemplo na tal fila do cdm muitos sai xingando o prefeito e até mesmo a família dele , já pensou se o prefeito tivesse cara cara com essas pessoas e batesse boca chegando a via de fato e não seria punido pelo seu ato, será que o próprio vereador Diga Diga não iria acionar os órgãos competentes para que tome providências ?Já pensou se tudo resolvesse dessa maneira alá Bolsonaro com violência , arma .Creio que o vereador errou faltou ao vereador resiliência,paciência , equilíbrio para lhe dá com certos acontecimentos e pessoas, por mais que esse servidor municipal não seja flor que se cheire , complicado que apronta aí é que o vereador já sabendo da fama desse servidor é que deveria ter a atenção dobrada para esses tipo de gente.No mais é desejar boa sorte ao vereador Diga Diga e na volta do mandato tenha mais sabedoria (como Salomão pediu a Deus)para lidar com percursos da vida.

  2. Se a moda pega o que vai ter de político cuspindo nas pessoas que faz criticas as vezes criticas duras e pesadas e até xinga .Porque ele foi bate boca discutir sabendo que o cidadão é problemático e apronta o vereador já sabendo deveria ficar distante porém ele foi se igualar deu no que deu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.