ITAPETINGA: PREFEITO E VEREADORES AINDA NÃO EXPLICARAM A POPULAÇÃO DETALHES SOBRE PERMUTA DE TERRENOS DO MUNICÍPIO COM EMPRESÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL

A câmara municipal de Itapetinga, Sudoeste da Bahia, aprovou no ano passado um projeto de lei que autorizou o executivo uma permuta, junto a um empresário do ramo da construção civil.

A PERMUTA – proposta pela Prefeitura – foi no sentido de passar um terreno do município para um empresário da cidade, em troca de uma área de terra em frente à Vulcabrás Azaléia, onde seria “construído” um suposto Polo Industrial Municipal.

O projeto passou pela Câmara em 2019 e foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, deixando várias perguntas sem respostas. Por exemplo: qual o valor do terreno do empresário? quantos terrenos do município foram disponibilizados nesta permuta, valores e localidade (valores, quantidade e locais)?

Questionados sobre os valores de avaliação dos imóveis no programa a Hora da Verdade, nenhum vereador ligou para esclarecer. Durante o programa exibido nesta quinta-feira (02), o Radialista e apresentador Roberto Alves lançou um desafio; se um vereador ligasse e respondesse todos os questionamentos com documentos, ele deixaria de apresentar o programa imediatamente.

Os moradores do Residencial Rio Catolé, também querem saber dos vereadores, porque eles aprovaram um projeto que transformou uma área que seria uma praça em um glomerado de casas.

Os moradores afirmam que quando adquiriram suas residências nessa localidade nas mãos da empresa NG Engenharia, foi dito a eles que o local seria uma PRAÇA, como mostra a planta. 

Depois de pedir explicações aos vereadores e a prefeitura, sem resposta, a comunidade Residencial Catolé resolveu ingressar na justiça e o Ministério Público já notificou a Prefeitura de Itapetinga. Enquanto a prefeitura não se posiciona, o empresário segue construído em vários terrenos, principalmente na Vila Érica.

Por Wagner Ribeiro

 

5 thoughts on “ITAPETINGA: PREFEITO E VEREADORES AINDA NÃO EXPLICARAM A POPULAÇÃO DETALHES SOBRE PERMUTA DE TERRENOS DO MUNICÍPIO COM EMPRESÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL”

  1. Ué? O próprio programa HORA DA VERDADE sempre recebe os vereadores de oposição ROMILDO TEIXEIRA , DIGA DIGA que votou nessa permuta e nenhum apresentador dps programa questiona esses dois vereadores nem os demais vereadores de oposição VALDEIR CHAGAS, GILMAR PIRITIBA.Já que os apresentadores HORA DA VERDADE tem acesso aos vereadores de oposição tem que perguntar a esses vereadores , eles sim nem vão telefonar deve subir os degraus da RÁDIO JORNAL e explicar por que eles votaram na permuta, aí eles explicando os apresentadores do programa HORA DA VERDADE aceita as explicações e muda de ideia..

    1. Verdade. Agora cabe a qualquer muncipe ou vereador entrar com uma ação no Ministério Público visando ressacir prejuízos a municipalidade. Ou então arguir a inconstitucionalidade da lei. Agora quando alguns vereadores da oposição tentou adiar a discussão para melhor se informar, os leões de chácara do prefeito partiram pra cima e até cusparada aconteceu. Essa desafetação é fichinha, imagine o do terreno para o Assaí Atacadista? Qual vereador pediria para adiar a discussão e ser acusado de está contra o emprego e Itapetinga? Vcs sabem em que base foi feita a permuta?

  2. Isso é uma vagabundagem que estão fazendo com o nosso município,, incompetentes com certeza estão lucrando essa permuta ,, assim como os pães de ouro .

  3. O terreno do Assaí atacadista teve até mesmo consertos que foi observado pelo vereador Romildo e voltou para a câmara para corrigir , ou seja teve ajuda do vereador de oposição Romildo para ser aprovado , assim também foi feita na permuta, troca do terreno do proprietário para os agricultores onde o voltou para câmara para corrigir erro e mais na vez foi aprovado por todos os vereadores, e se na visão de todos os vereadores inclusive os de oposição a permuta e o terreno independente agora localiza o Assaí gera emprego ou seja é bom para a população e tudo que é bom para a população políticos tem ou deve ser favorável , caso seja a maioria contra a permuta, terreno do Assaí deve protestar para os políticos saberem .Até o momento não ouve protestos contra o terreno do Assaí e nem mesmo a permuta, o único movimento que ouve foi por conta dos moradores que alegam quê aonde foi feita a permuta onde o empresário agora é proprietário e está fazendo casas, era para ser uma praça, pois eles (moradores dessa localidade) compraram a moradia na queda localidade e pagaram a mais em suas casas por conta que teria uma praça, inclusive entraram no MP, que até o momento não deu parecer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.