ITAPETINGA: FAMILIARES DENUNCIAM QUE USUÁRIOS DO CAPS ESTÃO SEM MEDICAMENTOS

Foto de Wagner Da Ribeiro Da Silva.

Crise na saúde de Itapetinga deixam usuários do CAPS sem medicamentos e os familiares ficam desamparados.

Dona Maria, uma moradora da Zona Rural vive um drama quando o assunto é  remédios dos usuários do CAPS. Segundo essa cidadã o seu marido faz uso do medicamento ‘RISPERIDONA’ e é usuário do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Ela informou a nossa reportagem que seu esposo não pode ficar sem esse medicamento, pois as crises são muito fortes. “Fui no CAPS e não tinha o medicamento, tive que tirar do nosso orçamento que já é tão apertado. É triste essa situação, a gente fica impotente diante dessa falta de compromisso dos poderes públicos”, relatou Dona Maria.

Medicamentos e insumos básicos como seringas estão faltando nos postos. Ainda ontem, terça-feira (27) uma denuncia chegou a nossa reportagem dando conta que uma senhora que sofre de diabetes estava utilizando mais de duas vezes a mesma seringa, pois o material está faltando, fato muito grave. Recentemente o líder comunitário morador do bairro Nova Itapetinga, Hélio Novais, disse que foi a um posto com uma receita para pegar 5 medicamentos, mas só encontrou um.

Resultado de imagem para imagem saúde em crise

Com tudo isso que vem ocorrendo na saúde de Itapetinga o Secretário Danylo Patês foi convocado pelos vereadores Romildo Teixeira, Márcio Pio, Gilmar Piritiba e Valdeir Chagas a dar explicações sobre essa crise instalada em sua pasta. O que chama a atenção nesta situação toda é que na Câmara tem uma representante da saúde, a vereadora e enfermeira Naara Duarte, que está fazendo cara de paisagem e não sente a dor dessas pessoas. 

Por Wagner Ribeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.