ITAPETINGA: CHOQUE DE GESTÃO NA SAÚDE PROMETIDO PELO PREFEITO RODRIGO HAGGE SE TRANSFORMOU EM DOR E SOFRIMENTO PARA POPULAÇÃO

A situação crítica na saúde de Itapetinga, Sudoeste da Bahia já está se tornando praticamente um caso de polícia, por conta da falta de atendimento aos pacientes. Falta remédio nos postos, exames de média e baixa complexidade, PSFs sem médicos, funcionários do SAMU mal remunerados, o não pagamento da Policlínica Regional e as filas quilométricas do CDM. Nesta segunda-feira (02), uma paciente registrou o caos que está a Central de Marcação. Veja o Vídeo:

Essa realidade é vivida todos os dias pela população da maior cidade do Médio Território Sudoeste. Neste governo de Rodrigo/Renan, ocorre a pior fase da saúde na história do município nos últimos tempos. 

A imagem pode conter: texto

E não é por falta de recursos, talvez, por conta de dois fatores que corroem feito CUPIM as verbas: a má gestão e os contratos desnecessários.

Os que precisam de exames laboratoriais mais simples enfrentam filas, e mesmo assim não conseguem resolver os problemas. Entretanto, quando há necessidade de exames de maior complexidade (ultrassonografia, tomografia, ressonância magnética, etc.), a situação piora.

Se o secretário de Saúde Hugo Cunha, acatar a convocação do vereador Marcio Pio (PSC), amanhã teremos uma resposta para todas essas mazelas que vêm ocorrendo com a nossa saúde.

Por Wagner Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *