PRESIDENTE VALQUIRIO LIMA PRESTA QUEIXA NA POLÍCIA CIVIL CONTRA INVASORE DA CÂMARA MUNICIPAL DE ITAPETINGA

Os eventos lamentáveis durante a invasão registrada na manhã desta sexta-feira (22), a Câmara Municipal, onde vereadores e servidores públicos ocuparam o local para pressionar a realização das eleições da mesa diretora não devem ficar impunes.

A Procuradoria Jurídica da Câmara registrou uma ocorrência por conta da invasão na casa legislativa. Alguns nomes do primeiro escalão da prefeitura, advogados e contratados da administração municipal foram foram denunciados na Polícia Civil, por invasão a Câmara de Vereadores de Itapetinga.

Vale destacar que mesmo com a publicação no Diário Oficial do município, onde o presidente da Câmara Municipal de Itapetinga, Valquirio Lima (PSD), o Valquirão suspendeu as eleições antecipadas para esta sexta-feira (22), justificando erro de formalidade, os vereadores invadiram o local e após muita confusão, onde foi necessário acionar a presença da Polícia Militar, os parlamentares tentaram realizar uma eleição, sem efeito legal, na parte externa da Câmara, debaixo de um pé de manga.

O que circula nos bastidores é que a determinação dessa mobilização tenha partido do gabinete do prefeito Rodrigo Hagge (MDB), que convocou secretários municipais e servidores públicos em cargos de confiança, que protagonizaram cenas lamentáveis.

O objetivo era eleger a qualquer custo o vereador João de Deus (MDB), candidato da preferência do chefe do executivo para assumir a presidência da Câmara.

Fonte/Sudoeste em Foco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.