JUMENTOS MORTOS QUE SERIAM ABATIDOS NO FRIGORÍFICO DE ITAPETINGA SÃO DESOVADOS EM ESTRADAS VICINAIS

.

A polícia civil de Itororó na manhã desta terça-feira, 30, recebeu a denúncia de que jumentos mortos estavam sendo desovados em uma estrada vicinal do distrito de Rio do Meio em Itororó.

Dr. Frank Nogueira, delegado titular de Itororó seguiu sentido o distrito citado utilizando a rota da entrada da Fazenda Cabana da Ponte e encontrou retornando para Itororó um caminhão que fazia o transporte de jumentos por toda a Bahia. Ao conversar com o motorista do caminhão a informação foi confirmada. 8 animais já sem vida e 1 ainda agonizando haviam sido desovados em uma estrada próximo de onde o motorista foi localizado. Estes animais seguiam dentro do caminhão por vários dias, sem guia de transporte por várias cidades e por isso alguns destes animais não resistiam e acabavam morrendo por maus-tratos antes de serem entregues ao destino.

.

No local informado, Dr. Frank encontrou 8 jumentos de todos os portes mortos e 1 animal ainda com vida, mas, já morrendo. O motorista informou que estes animais eram comprados por um homem morador de Itororó, levados para uma fazenda localizada às margens da BA 263 e os que estivessem em boas condições eram vendidos para o frigorífico de Itapetinga que está abatendo jumentos através de uma empresa chinesa que tem atuado na região. Veja o vídeo:

Em setembro de 2018 outros 200 jumentos morreram em uma fazenda na cidade de Itapetinga por maus-tratos. Os animais pertenciam à mesma empresa chinesa e eram levados para o local antes de serem encaminhados para um frigorífico, onde eram abatidos. Em seguida, a carne era exportada para o Vietnã. A empresa foi interditada e ficou impedida de levar novos jumentos para a fazenda.

O Dr. Irineu Andrade, delegado titular de Itapetinga está apurando os fatos e já interrogou os motoristas dos caminhões e o responsável pela compra dos jumentos. Estes deverão ser responsabilizados pelo transporte ilegal dos animais e por maus-tratos.

Fonte/Itororó Já

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.