ITAPETINGA: TENTANDO PROTEGER O PREFEITO E SEUS CARGOS VEREADORES NÃO APOIAM OS SERVIDORES

Na verdade quem vira as costas para os servidores são esses vereadores

Uma verdadeira falta de vergonha e compromisso que os vereadores Naara Duarte, Jair Salois, Nailton Negreiro, Sargento Alberto, José Antunes, Fabiano Bahia, Anderson, Diga Diga e o presidente tarugão tiveram com os servidores que marcaram presença na sessão da câmara desta quinta-feira (01).

Primeiro os vereadores Márcio Pio, Gilmar Piritiba, Valdeir Chagas e Romildo Teixeira, fizeram discursos coesos em relação a causa do servidores e não poupou críticas ao Prefeito Rodrigo Hagge (PMDB). Valdeir voltou a lembrar que, o alcaide é um “carro novo com todos os pneus furados”. O vereador Romildo, chegou a pedir vistas do projeto 001/2018 que autoriza a doação de um imóvel à OAB, com a finalidade de Trancar a pauta, como ficou acordado entre os vereadores na assembleia realizada na última terça-feira. Durante a sessão o clima ficou mais exaltado de alguns servidores, por conta do discurso vazio e demagogo da vereadora Naara.

O presidente Tarugão que também anda com um discurso fraco em defesa dos servidores e não convence mais ninguém, na realidade já poderia ter subido as escadas da prefeitura e intercedesse junto ao prefeito, (como cobrou o vereador Piritiba), acabou chamando a polícia e mandou que retirasse a servidora Rita Adriana do Plenário. Outro momento que ficou registrado na sessão desta quinta-feira, foi quando os vereadores Tarugão e Naara, fizeram o uso da palavra e os servidores viraram as costas e levantaram os cartazes em sinal de repúdio. Na verdade quem vira as costas para os servidores são esses vereadores

Guarnição da polícia Militar

Tarugão sabia que nesta sessão só estariam pessoas de bem e trabalhadores, mas mesmo assim solicitou do batalhão uma guarnição para lhe proteger, enquanto às ruas e os cidadãos ficaram desguarnecidos nesse período.

Vale ressaltar que os vereadores Diga Diga, Fabiano Bahia e Anderson que tinham concordado em apoiar os servidores, acabaram “mordendo a corda” para não perderem seus cargos e deixaram mais uma vez os servidores a ver navios. O que está bem claro agora é que os servidores ficaram sabendo de fato quem está  ao lado da classe! A sessão foi finalizada por não haver quórum.

 Por Wagner Ribeiro 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.