ITAPETINGA: SECRETARIA DE SAÚDE REALIZA COLETIVA DE IMPRENSA SOBRE COVID-19

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas

Na tarde desta quarta-feira, dia 01, a Prefeitura de Itapetinga por meio do secretário Hugo Cunha e sua equipe realizou a primeira coletiva de imprensa para falar do coronavírus, o COVID-19 e passar informações à população sobre a doença.

Na quarta-feira, 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou quadro de pandemia do coronavírus no mundo. De lá até agora o prefeito emitiu dois decretos suspendendo algumas atividades no município como: fechamento de escolas, creches, comércio, templos de igrejas, bares e restaurantes.

O Secretário Municipal de Saúde explanou sobre os números de pessoas com suspeita do covid-19 e respondeu os questionamentos dos repórteres presentes. Até o momento são 30 casos monitorados e 12 suspeito.

Sobre o primeiro caso suspeito, o qual foi coletado material para o Lacen ( Laboratório Central), o secretário disse que ainda aguarda reposta do órgão e por conta da grande demanda não foi possível emitir o resultado.

Questionado sobre o o porquê de outros municípios vizinhos terem recebidos o seus resultados, o responsável pela pasta informou que fez esse questionamento ao laboratório, mas ainda não obteve resposta.

“Enquanto a gente não receber esse resultado feito pelo Lacen, nós não podemos informar se é positivo ou negativo, mas pedimos a população que se mantenham em alerta, se mantenham dentro de casa, não saiam, permaneçam em quarentena. A gente não tem ainda o diagnóstico, positivo ou negativo, mas a gente sabe da presença do vírus, e a única solução que temos hoje, positivo ou negativo é a quarentena”, explicou Cunha.

Durante a coletiva o secretário informou que pretende ampliar as ações de combate ao novo coronavírus levando os casos mais leves para outros lugares alternativos, ou seja, para o antigo Hospital Raimundo Perazzo, deixando o HCR para os possíveis casos mais graves.

     Barreiras Sanitárias de Contenção

Sobre as barreiras sanitárias propostas pelo prefeito em decreto, que iniciariam no último dia 17/03, o secretário informou que tentou implementar a barreira na data prevista, mas não tinha material humano, ou seja, um quadro efetivo para se deslocar para as barreira. Foi feito uma contratação emergencial para esse fim. Também estão participando de forma voluntária, a Polícia Militar, Tiro de Guerra, Guarda Municipal, Grupo Anjos do Asfalto e os Bombeiros Civis do município. De acordo o secretário o município ainda tem dificuldade, uma vez que a ideia era fazer as barreiras na BA – tanto no posto da Polícia Rodoviária; na saída para Macarani, assim também como na entrada da Azaleia (trevo) 

   Evento do PT realizado dia 14/03

De acordo o secretário, o caso do evento do PT que ocorreu no dia 14 na Câmara de Vereadores, onde posteriormente uma pessoa de Itororó testou positivo para o Covid-19. A secretaria de Itororó emitiu uma nota afirmando que o período de notificação dos primeiro sintomas do paciente indica que ele não estava contaminado no dia do evento..“O referido evento ocorreu dia 14, e o comunicado oficial pela OMS – Organização Mundial de Saúde, foi a partir do dia 15.”, Confirmou Vitor Gama, coordenador da Vigilância Epidemiológica do Município.

      Sobre a paciente que morreu na UPA

O coordenador da UPA, Marcone Vieira, disse que a paciente deu entrada na Unidade no estado febril, sendo que a mulher veio de um parto cesariana há 7 dias no hospital Cristo Redentor. Marcone disse que não pode de imediato afirmar a causa da morte da paciente, mas disse algumas sintomatologias podem ser correlacionadas ao Coronavírus, mas não se pode afirmar. A paciente veio da cidade de Trancoso para ter criança em Itapetinga.

  EPIs (Equipamentos de Proteção Individual)

Perguntado sobre os EPIS para aumentar a segurança dos Garis e dos trabalhadores da saúde, o secretário destacou que hoje dispõe de um pequeno estoque que foi conseguido no início do combate ao vírus. Que tentou comprar outro lote, mas não conseguiu, e que sua prioridade nesse momento seria a UPA, e não tinha como adquirir EPIs para os Garis. O secretário finalizou sua fala, dizendo que o novo coronavírus circula na cidade e que as pessoas não podem relaxar. 

  • Lavar as mãos com água e sabão com frequência;
  • Evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

Por Wagner Ribeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.