ITAPETINGA: MORADORES DO RESIDENCIAL RIO CATOLÉ QUESTIONAM PERMUTA APROVADA NA CÂMARA QUE PERMITE CONSTRUIR CASAS EM LOCAL QUE SERIA PRAÇA PÚBLICA

A Prefeitura de Itapetinga, interior do Estado, enviou para Câmara de Vereadores um projeto que permite o município permutar terrenos públicos com uma área próximo a Vulcabras Azaleia, que seria supostamente para implantação de um Distrito Municipal Industrial, pertencente a um empresário da construção civil.

O projeto foi votado por unanimidade pelos vereadores, porém os moradores do Residencial Rio Catolé foram surpreendidos com construções de residências em um local que segundo eles seria uma área de recreação. Desde que começou a construção os moradores vêm questionando o construtor e os vereadores sobre a área que de acordo planta apresentada pela NG ENGENHARIA, seria uma praça.

Os moradores têm procurado a imprensa e inclusive participou via telefone em programas de rádio, como: “Chicote do Povo” e “Hora da Verdade” solicitando informações do Executivo e Legislativo.

Neste sábado (03) através de um grupo de WhatsApp os moradores se mobilizaram e resolveram fazer uma manifestação para pedir mais esclarecimento sobre a área em questão que tem 2.783 metros quadrados (m2). veja:

Nenhuma descrição de foto disponível.

O protesto foi marcado para às 15:00h, mas não aconteceu, pois o construtor compareceu e fez uma proposta aos moradores: doar uma outra área de terra nas proximidades do local próximo ao um “campinho de futebol”, no caso esse da foto abaixo.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Os moradores vão se reunir na próxima segunda-feira (05) para tomar uma decisão sobre a proposta do empresário. lembrando que o construtor tem a escritura do terreno documentado em cartório e a PERMUTA foi aprovada pela Câmara de Vereadores.

A imagem pode conter: 2 pessoas

O que parece ter gerado todo esse desconforto com o empresário e a comunidade do Residencial Rio Catolé, foi justamente a falta de informação por parte da prefeitura e da câmara de vereadores, que deveriam ter feito uma audiência ou comunicado aos moradores.

Por Wagner Ribeiro

One thought on “ITAPETINGA: MORADORES DO RESIDENCIAL RIO CATOLÉ QUESTIONAM PERMUTA APROVADA NA CÂMARA QUE PERMITE CONSTRUIR CASAS EM LOCAL QUE SERIA PRAÇA PÚBLICA”

  1. É melhor os moradores irem a câmara solicitar as informações , aliás todo cidadão tem direito de saber o que passa na câmara legislativa , pode requerer os dados das ações do legislativo .É tudo isso também está acontecendo porque a sociedade não participa da câmara como por exemplo frequentando ou assistindo através da TV câmara ou das emissoras de rádio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.