ITAPETINGA: FRIGORIFICO DEMITE 120 FUNCIONÁRIOS E DEIXA O MUNICÍPIO EM ESTADO DE ALERTA

O Frigorífico Sudoeste com sede em  Itapetinga, Sudoeste da Bahia, demitiu cerca de 120 empregados da área do abate. A informação é do Sindicalista Rosenildo Pires. Hà duas semanas esse blog tinha anunciado que 50 colaboradores tinham sido desligados do quadro de funcionários da empresa, inclusive a matéria teve muito acesso repercussão em toda região.

frig 1

Em entrevista concedida ao Radialista Amaral Júnior no Programa Chicote do Povo da Rádio Jornal nesta quinta-feira (22), o Deputado Rosemberg Pinto (PT), disse que já havia alertado o Prefeito Rodrigo Hagge (MDB) sobre esse problema, mas segundo o Deputado ele não deu importância.

Em uma outra oportunidade o Deputado Rosemberg Pinto também convidou o prefeito para participar do consórcio da Policlínica para nossa região e Rodrigo respondeu que não poderia estar presente, pois já tinha outro compromisso. Ou seja o prefeito mais uma vez vira as costas para as questões relevantes do nosso município.

Com o fechamento do setor de abate de bovinos no Frigorifico Sudoeste acaba ocasionando um retrocesso na economia do município, pois com essas demissões deixarão de circular em nossa cidade aproximadamente R$ 150 mil (Cento e Cinquenta Mil Reais) e nos próximos meses poderá trazer uma retração no comércio afetando diretamente supermercados, padarias, farmácias, restaurantes, açougues, lojas entre outros.

Sabemos que esses trabalhadores que foram demitidos terão nos próximos meses recursos das indenizações trabalhistas para se manterem, mas e depois o que farão? Já que o nosso município vem sendo assolado pelo desemprego e as promessas de novos postos de trabalhos que foram divulgados pelo prefeito até agora não desceram do palanque.

frig 2

As nossas autoridades: Prefeito, Vice, Câmara de vereadores, CDL, Igrejas, Associações e demais Entidades, precisam se mobilizar e discutirem sobre a diminuição dos empregos que vem ocorrendo em Itapetinga. A Bahia cresceu em 2018 na produção e consumo de ovos, frango e carne bovina. Itapetinga que já foi considerada a “capital do gado” está justamente na contra-mão desse processo.

Por Wagner Ribeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.