ITAPETINGA: DEPUTADO ROSEMBERG ATRAVÉS DO GOVERNADOR TRANQUILIZA A REGIÃO, ENQUANTO PREFEITO “BATE PERNAS” EM BRASÍLIA

Rosemberg Pinto. Foto: Bocão News.

O Deputado Rosemberg Pinto (PT) continua com a suas atenções voltadas  para as ocupações que aconteceram no último fim de semana, mantendo contato com as forças policiais a todo momento. Toda cúpula do governador Rui (PT) está empenhada através da Secretaria Estadual de Segurança Pública. O próprio Delegado Dr. Roberto Júnior gravou um áudio na madrugada desta terça-feira (03), tranquilizando os fazendeiros. “Estivemos em todas as fazendas e não mais encontramos com ninguém”, isso mostra o trabalho do governo na região.

A pedido do Deputado Rosemberg um QG (Quartel de Gerenciamento) foi montado em Itapetinga com a presença do Comandante da Rondesp/sudoeste Coronel Lira Júnior, Major-PM Cirqueira – Comandante da 63ª CIPM de Ibicaraí, SubTenente PM Souza (Itajú do Colônia), CAP-PM Elton (SubComandante da 8ª CIPM de Itapetinga). Depois de toda essa logística das Forças Policiais a sensação de Segurança volta a região. De todas as fazendas que foram ocupadas apenas a fazenda Esmeralda do ex-ministro Geddel Vieira Lima continua ocupada pelos Índios Pataxós. 

Os membros do MLT – (Movimento de Luta pela Terra), que tinham ocupado a fazenda Tabajara, também da família Vieira Lima, procuraram a polícia para solicitar auxílio, pois estavam se sentido ameaçados. A Polícia Militar conseguiu viabilizar a logística para que os invasores saíssem em segurança da fazenda. E o Gerente já esteve no local e ocupou novamente a prosperidade da família. “A situação na Região já está controlada e a partir de agora a sensação de segurança volta a tranquilizar os proprietários”, disse o Deputado.

FUNAI NEGA REIVINDICAÇÃO TERRITORIAL
Já a Funai, emitiu documento afirmando que “verificou que as referidas ocupações não guardam nenhuma conexão com as reivindicações territoriais dos povos indígenas da região, onde se localizam as Terras Indígenas Caramuru-Catarina Paraguaçu [em Itaju do Colônia] e Tupinambá de Olivença [entre Una, Ilhéus e Buerarema], nem com procedimentos administrativos referentes a regularização fundiária de competência desta Fundação”.

O Prefeito Rodrigo Hagge (PMDB) enfrentou uma “VERDADEIRA MARATONA” em Brasília só para saber que as terras invadidas na região não são objetos de qualquer conflito ou que pertençam a qualquer reserva indígenas. Enquanto o Prefeito batia pernas nos corredores e nos gabinetes em Brasília, o povo aqui em Itapetinga, acorda de madrugada para enfrentar uma  fila quilométrica que se forma todos os dias na porta do CDM (Central de Marcação do Município) para conseguir um exame. 

Por  Wagner Ribeiro

8 thoughts on “ITAPETINGA: DEPUTADO ROSEMBERG ATRAVÉS DO GOVERNADOR TRANQUILIZA A REGIÃO, ENQUANTO PREFEITO “BATE PERNAS” EM BRASÍLIA”

  1. O Prefeito deveria fazer uma reunião com os seus secretários e começar a cobrar a falta de compromisso que está acontecendo com o povo. foram 20 mil votos e ele só está representado o seus aliados.

  2. COMO PROPRIETÁRIO DE FAZENDA NA REGIÃO SÓ TENHO A AGRADECER O Dr ROBERTO jUNIO, O COMANDANTE MAJOR EDMÁRIO, O CORONEL LIRA SOB A INTERVENÇÃO DO DEPUTADO ROSEMBERG PINTO. A MINHA PROPRIEDADE SERIA A PRÓXIMA, GRAÇAS A DEUS ESSE BANDIDOS RECUARAM. PARABÉNS A TODOS.

  3. O comentário na rua é que ele foi visitar Gedeel na Papuda e tentar salvar as terras de Geddel do PMDB. Rapaz me diz com quem tu andas e te direi que tu és.

  4. Nosso prefeito tá se saindo melhor do que a encomenda. a cidade parece uma tábua de pirulito, animais soltos nas avenidas, a saúde uma porcaria sem falar nos direitos dos trabalhadores que foram retirados. Ainda sim querendo junto com esses vereadores medíocres aprovar um projeto que vai arrebentar com o povo.

  5. O presidente do sindicato rural Eder Resende disse em alto e bom som em todas as rádios na segunda-feira(02/10/2017)que o governo não faz nada pelos fazendeiros de itapetinga e região “estamos órfãos “creio que mais do que ele e fazendeiros para expressar o que acontece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *