HOMEM QUE ATIROU NO ATOR GERSON BRENNER É PRESO POR HOMICÍDIO E ESTUPRO

Lusimar Jesus dos Santos, de 38 anos, foi preso novamente, na manhã desta segunda-feira (19), suspeito de um homicídio e estupro, na zona leste de São Paulo. Ele estava em liberdade há um ano, após cumprir 20 anos no sistema penitenciário, por ter dado o tiro que atingiu o ator Gerson Brenner, durante um assalto, na rodovia Dutra, em 1998.

Lusimar agora é suspeito de ter assassinado o amigo Edvan Lemos de Souza e, estuprado a esposa da vítima, Vera Lucia de Souza, após uma discussão na casa do casal, na avenida Flamingo, na Vila Curuçá, Santos.

Após cometer os atos, ele foi em direção ao Batalhão da Polícia Militar para se entregar. Entretanto, foi parado por uma viatura da PM que desconfiou da atitude do homem. Na abordagem, ele confessou o homicídio.

Lusimar indicou o local do crime, e a PM localizou o corpo da vítima. Vera Lucia, esposa de Souza, o reconheceu e informou que havia sido estuprada pelo assassino de seu marido.

O suspeito assumiu o crime, informando que discutiu com Souza e após levar um tapa no rosto, ele enforcou a vítima. Ele ainda disse que não é responsável pelo disparo que atingiu o ator Gérson Brenner e, alega ter sido preso injustamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.