AV. JÚLIO JOSÉ RODRIGUES: DEPOIS DE VÁRIOS ACIDENTES, MORADORES PEDEM QUEBRA-MOLAS ELEVADOS E FAIXA DE PEDESTRE NO TRECHO PRÓXIMO Á VIAÇÃO ITAPETINGA

Na avenida Júlio José Rodrigues, uma das principais e mais movimentadas vias dos bairros Vila Riachão, Vila Isabel, Vila Santana e os Residenciais Neto Fernandes e Cassiano Gonçalves em Itapetinga, não existe sinalização horizontal de uma faixa de pedestre e muito menos um quebra-molas elevado, e isto vem deixando quem mora ou frequenta os arredores preocupados com o risco de acidentes de trânsito no local.

A imagem pode conter: céu, nuvem, árvore e ar livre

Há algumas semanas, uma idosa foi atropelada na referida avenida, foi encaminhada para FJS/HCR e posteriormente transferida para o Hospital de Base de Conquista. De acordo os familiares a senhora passou por uma cirurgia, mas infelizmente adquiriu uma bactéria e teve que se submeter a uma nova intervenção cirúrgica. Ela está internada e pode perder a perna se não reagir a medicação para combater a bactéria.

Tudo isso poderia ter sido evitado se a COMUTRAN já tivesse colocado um quebra-molas elevado e uma sinalização adequada. Neste trecho da avenida tem muito movimento e na região existem várias escolas e os alunos tem que atravessar a via todos os dias no período da manhã e tarde, e a noite os alunos voltam a dividir a travessia com os frequentadores  dos cultos das igrejas.

A imagem pode conter: céu, nuvem e ar livre

A maioria dos motoristas não param para o pedestre fazer a travessia de forma segura. A faixa de pedestre e um redutor de velocidades deveriam ser colocado em frente à Viação Itapetinga e outro próximo aos residências, como foi feito em frente ao IF Baiano pela Coordenadoria Municipal de Trânsito, pedido que também foi feito pelo ‘FALA LIVRE’, e que melhorou bastante a segurança daqueles alunos.

Enquanto o povão vive o sonho de ter uma cidade estruturada, os nossos vereadores ainda estão curtindo férias de quase dois meses de recesso.

Por Wagner Ribeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *