ITAPETINGA: PREFEITURA É NOTIFICADA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO DEPOIS DE AÇÃO MOVIDA PELOS MORADORES DO RESIDENCIAL RIO CATOLÉ

De acordo  o blog ‘Cidade Acontece’ em publicação na edição desta quarta-feira (11), o Ministério Público de Itapetinga notificou a prefeitura, depois que os moradores do Residencial Rio Catolé, Vila Érica, moveram uma ação na justiça, requerendo uma suposta praça que entrou em uma permuta feita pela prefeitura e um empresário da construção civil. 

Veja matéria completa:

A informação obtida é de que a Câmara de vereadores e todos os envolvidos na permuta também já teriam sido notificados.

A referida ação coletiva por parte dos moradores ao município se deu uma vez que existe uma permuta entre o município e um empresário no ramo da construção civil, que foi aprovada pela Câmara.

Na permuta o empresário passou um terreno próximo à Vulcabras Azaleia para o município em troca de vários outros terrenos na cidade. Um desses terrenos é justamente no Residencial Rio Catolé, onde os moradores dizem que na época que adquisição de suas residências ouviram da construtora NG Engenharia que o local seria uma praça.

O empresário já está construindo casas no citado terreno e os moradores resolveram questionar na justiça. “Vamos entrar com mais ações: contra a Prefeitura, a NG Engenharia, Câmara de vereadores e quem está construindo no local”, disse um dos moradores no mês passado. O espaço está aberto à Prefeitura, Câmara de vereadores, a NG Engenharia e também ao próprio empresário.

Com informação de Roberto Alves

5 thoughts on “ITAPETINGA: PREFEITURA É NOTIFICADA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO DEPOIS DE AÇÃO MOVIDA PELOS MORADORES DO RESIDENCIAL RIO CATOLÉ”

  1. Esta mesma situação está acontecendo no fundo da Creche, me parece que o terreno também estava nesse mesmo acordo. Pelo visto, o gestor está leiloando os terrenos do município, sem ouvir os moradores. E pelo visto, só as areas nobres, por um terreno sem valor. A pergunta é: O prefeito acha que ele é dono do município pra fazer troca em locais públicos como se fosse a fazenda dele? Esse construtor é o mesmo que levantou um muro as margens do rio no percurso da central a rodoviária? E a última pergunta: Quem está ganhando por fora??

  2. É impressionante como são as coisas , tem quantos anos esse residencial rio catolé ? Os moradores poderia ter reivindicado ao ministério público a tão sonhada praça nessa localidade e com provas nas mãos contra a NG engenharia que disse que seria uma praça até mesmo aumentou o valor da residência por conta da praça .Agora precisou a prefeitura entrar querendo o terreno para outros fins para os moradores acionar o MP , se não fosse por isso estaria ainda sem ter a praça e por muitos anos esse terreno sendo depósito de lixo, entulho.

    1. Vanda, primeiro q a NG n disse q ia construir, falou q foi cedido a prefeitura para q a mesma ficasse responsável pela construção, desde a outra gestão alguns moradores questionaram sobre a construção, e o anterior e esse atual disse q estava nos planos, n podemos ir lá e por uma arma na cabeça deles e obrigar a construir, infelizmente temos ou tínhamos q aguardar a boa vontade deles, então n entre no meio do q vc n sabe, ou tem algum interesse de sua parte na permuta?

      1. Morador, me meto a onde eu quiser principalmente nesse caso que está sendo divulgado na mídia, assim como você é morador de Itapetinga eu também sou e tenho todo direito de opinar desse caso uma vez que esse terreno não pertence a vocês dessa localidade mais sim a todos de Itapetinga , por isso mesmo por pertencer a todos da cidade a permuta desse terreno foi para câmara de vereadores aprovada por todos os vereadores inclusive a oposição a atual administração.Certeza que o meu interesse não seja igual ao seu, que somente agora passa a reivindicar ao ministério público que tome providências para que a praça seja feita nesse terreno , até aonde eu tenho conhecimento nenhuma empresa de engenharia pode afirmar que a prefeitura venha no futuro fazer uma praça no terreno, isso que decide é a gestão municipal, uma vez que os moradores pediram ao prefeito da época logo que passaram a residir nessa localidade passando a ser moradores do residencial Rio catolé e não foi atendido pelo prefeito JCM , deveria ter ido ao MP e até mesmo aos vereadores da época para que esse terreno fosse doado pela prefeitura para fazer a praça , seria assim que deveria fazer e não ao modo radical de como você pensa de colocar armar na cabeça para obrigar a fazer a praça, por não ser obrigação da prefeitura de reservar esse terreno para fazer uma praça que foi feita permuta , se não é obrigação significa que nem mesmo o MP poderá obrigar a prefeitura fazer praça no terreno, só se os moradores tem documento que comprove que o terreno só pode ser feito uma praça e nada mais , ou seja a prefeitura não pode doar, permuta e nem mesmo construir o que bem queira nesse terreno , somente a praça e nada mais.Quem não gosta, não aceita opinião , questionamento , comentário jamais deveria reivindicar nada quanto mais ir ao MP , pois não tem respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *